O Ambienta e a Agenda 2030

Responsabilidade Social e Ambiental para a Sustentabilidade
AGENDA 2030

Agenda 2030

Em 2015, na sede das Nações Unidas em Nova York, chefes de Estado e de Governo se reuniram para deliberar os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) globais.
Os ODS e as metas são resultado de mais de dois anos de consulta pública e do engajamento da sociedade civil e de outros grupos em todo o mundo, prestando uma atenção especial às vozes dos mais pobres e mais vulneráveis.
Neste sentido, foi criada a Agenda 2030 - um plano de ação global a ser implementado por todos os países atuando em colaboração em prol das pessoas, do planeta e da prosperidade, sem deixar ninguém para trás. Fundamenta-se na Declaração Universal dos Direitos Humanos, na Declaração do Milênio e no documento final da Cúpula Mundial de 2005.
São 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável integrados e indivisíveis e 169 metas que levam em conta o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e procuram obter avanços nas metas não alcançadas.
Todos nós temos a missão de implementar a Agenda em nossos países, em nível regional e municipal, considerando as diferentes realidades, capacidades e níveis de desenvolvimento e respeitando as políticas e prioridades.

COMO IMPLEMENTAMOS A AGENDA 2030

O Ambienta atua na articulação de indivíduos e instituições (governos, empresas e organizações da sociedade civil), na prestação de serviços ambientais e na mobilização de recursos com a finalidade de promover a responsabilidade social e ambiental.
A Responsabilidade Social e Ambiental por si só integra todos os 17 ODS ao considerar a atuação das organizações no que se refere às pessoas, à economia e ao meio ambiente: combate à pobreza e à fome, agricultura sustentável, saúde e bem-estar, educação inclusiva, igualdade de gênero, água e saneamento, energia limpa, trabalho decente e crescimento econômico, indústrias e inovação, redução da desigualdade, cidades sustentáveis, produção e consumo sustentáveis, combate à mudança do clima, vida na água e na terra, paz e justiça e parceria global.
Neste sentido, ao promover a Responsabilidade Social e Ambiental, o Ambienta assessora as instituições para o cumprimento da Agenda 2030.

Aliado a isto, participando da criação e fiscalização de políticas públicas ambientais, pretendemos auxiliar no desenvolvimento social, econômico e ambiental sustentado, inclusivo e sustentável, mantendo-se consistência com as regras e os compromissos internacionais relevantes.

Internamente, os 17 ODS fazem parte dos princípios do Ambienta e orientam a tomada de decisões administrativa, estratégica e operacionalmente.

AGENDA 2030

Agenda 2030

Em 2015, na sede das Nações Unidas em Nova York, chefes de Estado e de Governo se reuniram para deliberar os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) globais.
Os ODS e as metas são resultado de mais de dois anos de consulta pública e do engajamento da sociedade civil e de outros grupos em todo o mundo, prestando uma atenção especial às vozes dos mais pobres e mais vulneráveis.
Neste sentido, foi criada a Agenda 2030 - um plano de ação global a ser implementado por todos os países atuando em colaboração em prol das pessoas, do planeta e da prosperidade, sem deixar ninguém para trás. Fundamenta-se na Declaração Universal dos Direitos Humanos, na Declaração do Milênio e no documento final da Cúpula Mundial de 2005.
São 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável integrados e indivisíveis e 169 metas que levam em conta o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e procuram obter avanços nas metas não alcançadas.
Todos nós temos a missão de implementar a Agenda em nossos países, em nível regional e municipal, considerando as diferentes realidades, capacidades e níveis de desenvolvimento e respeitando as políticas e prioridades.

COMO IMPLEMENTAMOS A AGENDA 2030

O Ambienta atua na articulação de indivíduos e instituições (governos, empresas e organizações da sociedade civil), na prestação de serviços ambientais e na mobilização de recursos com a finalidade de promover a responsabilidade social e ambiental.
A Responsabilidade Social e Ambiental por si só integra todos os 17 ODS ao considerar a atuação das organizações no que se refere às pessoas, à economia e ao meio ambiente: combate à pobreza e à fome, agricultura sustentável, saúde e bem-estar, educação inclusiva, igualdade de gênero, água e saneamento, energia limpa, trabalho decente e crescimento econômico, indústrias e inovação, redução da desigualdade, cidades sustentáveis, produção e consumo sustentáveis, combate à mudança do clima, vida na água e na terra, paz e justiça e parceria global.
Neste sentido, ao promover a Responsabilidade Social e Ambiental, o Ambienta assessora as instituições para o cumprimento da Agenda 2030.

Aliado a isto, participando da criação e fiscalização de políticas públicas ambientais, pretendemos auxiliar no desenvolvimento social, econômico e ambiental sustentado, inclusivo e sustentável, mantendo-se consistência com as regras e os compromissos internacionais relevantes.

Internamente, os 17 ODS fazem parte dos princípios do Ambienta e orientam a tomada de decisões administrativa, estratégica e operacionalmente.